É POP na Web! Arêas desponta no pop/funk brasileiro e fala sobre carreira, influências e sucesso - É POP na Web!

Arêas desponta no pop/funk brasileiro e fala sobre carreira, influências e sucesso

Mundo POP

Você pode até não ter ouvido falar dele, mas depois dessa entrevista, não há como não querer conhecer seu trabalho. Estamos falando do cantor carioca Arêas, novato no pop, mas que já conta com trabalhos bastante expressivos. Ele lançou seu primeiro single, “Descendo Devagar”, em 2017, e neste ano apresentou a estrelada “Não Adianta Implorar”, faixa que chegou acompanhada de clipe recheado de representatividade.

Arêas. Foto: Divulgação

Gay assumido, Arêas dança, canta e rebola muito no vídeo, que apresenta participação de diversas drag queens relevantes no cenário.
Planejando sua nova faixa, Arêas deu detalhes da nova faixa e comentou ainda que se vê muito representado por Pabllo Vittar, por sua importância e militância no cenário LGBTQI+.
Confira a entrevista:
É Pop na Web: O mundo da música revela, diariamente, novos talentos afim de promover uma diversidade dentro de segmento. Como você se enquadra no meio e o que você tenta fazer para criar uma identidade única?
Arêas: Tantos artistas do nosso meio, pelo menos metade, tem tantas histórias para contar e tentar ajudar outras pessoas a superar alguma luta. Nem todos artistas LGBTQ+ trazem essas experiências, e eu acho que é aí onde eu entro. Eu odeio o machismo com todas as minhas forças. Tento trazer isso no meu trabalho. Homem pode rebolar sim, independente da sua orientação sexual. Eu rebolo, dou close, sou afeminado e passei a minha vida inteira sofrendo com o machismo, fui uma criança proibida de ser quem eu era. Não podia rebolar, colocar a mão na cintura, era proibido usar rosa e minha franja era um problema. Mas sempre enfrentei isso. Quero ajudar a nova geração de LGBTQI+ a se amarem, a se aceitarem, rebolar e fazer o quiser sem a preocupação de serem julgados.

Arêas. Foto: Divulgação

É Pop na Web: O Arêas surgiu com voz forte e gingado. Você acha que a indústria da música brasileira, hoje, pede um artista que cante e dance?
Arêas: Eu tenho percebido que as pessoas tem consumido mais entretenimento, eu mesmo tenho procurado ouvir artistas que faça os dois, eu amo, os segmentos POP/FUNK traz muito essa expressão corporal, desenhar o que você está cantando. Como vou falar pra você jogar a bunda numa batida com um grave impecável se eu estou parado pensando na vida? Vamos jogar juntos amoooor (risos). Eu amo cantar e dançar, acho que jamais conseguiria cantar parado, só se for música mais calma ou romântica. Eu real amo rebolar.
É Pop na Web: Como você tenta passar sua verdade em suas faixas?
Arêas: Quando escrevo as músicas sozinho ou com meu melhor amigo Vinicius, sempre trazemos experiências que já passamos, e ele também não tem muitas experiências diferentes da minha, acho que qualquer pessoa já quis muito a outra, está com a sua auto estima boa e decide investir nela, como eu canto em “Descendo Devagar”, assim como você já quis uma pessoa, ela não te quis na época e depois decide querer no tempo dela, você chega e atira um: “Não adianta implorar, não adianta pedir… Suas chances você desperdiçou.” É isso, sabe? São experiências que já passamos. Quero um dia trazer outras verdades minhas, mas são um pouco pesadas e prefiro deixar mais pra depois.

Arêas. Foto: Divulgação

É Pop na Web: “Não Adianta Implorar”, seu mais recente lançamento, conta com participação de diversas drags famosas na cena carioca. Como foi contar com tais presenças no clipe?
Arêas: Foi incrível. Eu sempre quis trazer o cenário drag para um clipe meu. Tentei no primeiro, não tínhamos condições mínimas pra elas (local sem ar, distância, renda), sei o cuidado que precisa ter pra maquiagem não ficar ruim, usar aquelas roupas e saltos o dia todo, sem condições. Mas consegui levar no meu segundo clipe, então foi uma realização.
É Pop na Web: E você aparece de forma descontraída, mas “desmontado”. Você já fez drag alguma vez?
Arêas: (risos) me montei uma vez só. É uma arte linda, mas gente… Pra mim não dá. Meu rosto já é todo estragado (risos), a quantidade de maquiagem iria me deixar ainda pior, no dia que me montei nem conseguia andar direito, não sei andar de salto… Loucura. Mas amei a peruca, jogava o tempo todo, andava e fazia movimento, muito garota. Só Deus sabe como ficou o estado da peruca (risos).
É Pop na Web: Quais são os próximos passos para o Arêas?
Arêas: Meu Deus, eu estava tão ansioso para essa pergunta. Eu estou gravando uma música nova, e é linda demais. Gente, sério, é incrível. Tô apaixonado. Neste novo single, vou trazer uma coisa diferente, um POP romântico, mas se você acha que vai ser uma letra fofinha. Amor, eu sou a deprê em pessoa (risos). Tô brincando. Mas é muito linda sim. Vou lançar ela com clipe em agosto.
É Pop na Web: Quem te inspira?
Arêas: Anitta com o estilo de trabalho, o fato de envolver a dança no canto. Pabllo Vittar com a representatividade, quero sempre mostrar o que sou, a bandeira que pertenço, o orgulho de ser gay e ajudar as manas que precisam de apoio. Luisa Sonza com a maturidade de enfrentar os haters entregando ótimos trabalhos mesmo sendo tão nova. Demi Lovato por não ter medo de mostrar o que você passou e enfrentou. Tenho uma lista imensa, quer que eu continue? (Risos). Temos artistas bem incríveis. Fico feliz que a grande maioria seja do nosso país.