É POP na Web! – Cidade Maravilhosa recebe a final do concurso Miss e Mister Rio

Cidade Maravilhosa recebe a final do concurso Miss e Mister Rio

por Augusto Vianna

Michele Rodrigues de Casimiro de Abreu concorre na categoria adulta (Foto: Divulgação)

A Cidade Maravilhosa recebe, nos dia 7 de abril, a décima edição do Miss e Mister Rio de Janeiro na bandeira Universo/ Latina. O local escolhido para o concurso é a casa de shows Ribalta, na Barra da Tijuca. Os 30 candidatos das categorias baby, mini, mirim, pré-teen, teen, plus, adulta e mister chegam ao Rio pela primeira vez para participar de uma preparação nos dias 5 e 6 de abril, passando por diversas provas como fotos, prova de talento e oratória, além de passeios, jantares e shows. No dia da grande final, haverá apresentação de dança, desfile de biquíni e de gala.

Segundo Tatiana Musse, que pela primeira vez assume a coordenação do concurso ao lado de Ralph Santos, diretor geral, são cinco candidatos por categoria. “Isso faz com que o sonho de cada um tenha mais chance de se tornar realidade”, diz. Os candidatos foram escolhidos de perto por todo o estado do Rio de Janeiro. “Eu e minha equipe viajamos o ano todo pelo interior e litoral. Nosso principal objetivo é descobrir meninas e meninos para que possam ter a oportunidade de serem vistos e se tornarem conhecidos”, explica ela, que aposta ainda na internet como aliada. “É uma grande ferramenta para quem lida com o público”.

Investir numa carreira de miss/mister não é fácil. De acordo com Tatiana, os candidatos devem ter unhas perfeitas, pele e cabelos hidratados, além de um corpo bonito e saudável. “É uma carreira que implica numa grande responsabilidade, pois vai representar seu estado ou cidade no Brasil e até mesmo no exterior. Além de beleza, o candidato deve ter desenvoltura na passarela, elegância, simpatia, postura, educação, usar um bom traje, além de cabelo e maquiagem impecáveis. O conjunto tem que ser completo”, explica Tatiana.

O crescimento da bandeira Universo em concursos vem crescendo a cada dia. E o Rio de Janeiro é um dos locais que está na mira da coordenação do concurso. “Há dois anos eu fazia os concursos estaduais e selecionava para a seletiva quem iria para o nacional. Quando chegava no confinamento nacional, muitos dos nossos candidatos, representantes do Rio de Janeiro, ficavam perdidos e sem saber até como se comportar. Então, por conta disso, resolvemos realizar o concurso estadual aqui. Queremos fortalecer o concurso aqui, além, desta ser a primeira vez que o Rio de Janeiro vai sediar uma edição do Mister Brasil” , aponta Júlio Maia, diretor geral do evento carioca. “O evento cresce a cada dia. Já abrimos uma categoria para plus size e pretendemos incluir a LGBT˜, finaliza.