É POP na Web! – Cinépolis e Pandora Filmes fecham parceria para exibição de filmes independentes

Cinépolis e Pandora Filmes fecham parceria para exibição de filmes independentes

Denominado Caixa de Pandora, o projeto foi criado com o objetivo de fortalecer a exibição de filmes independentes, de diversas nacionalidades, em cidades que atualmente não costumam receber esse tipo de produção.

Quinzenalmente, 25 salas da rede Cinépolis, em 16 estados, abrirão espaço na programação para exibir conteúdo audiovisual culturalmente diversificado. A curadoria fica por conta da distribuidora Pandora Filmes, que completa 30 anos de mercado em 2019. Pretende-se, assim, promover e fomentar o cinema independente para além das grandes capitais brasileiras.

A partir de abril de 2019, a Cinépolis começa a exibir em sua programação filmes inéditos nacionais e internacionais de diretores consagrados e jovens talentos com passagens nos festivais mais importantes mundo afora, como Cannes, Sundance, Veneza, Berlim e Toronto, que já fazem parte do histórico da Pandora Filmes. “Fico muito feliz que uma empresa do porte da Cinépolis entenda a importância da oferta diversificada de filmes para seu público e confie na curadoria da Pandora Filmes”, comemora André Sturm, sócio da Pandora Filmes.

O presidente da Cinépolis Brasil, Luiz Gonzaga de Luca, também comemora a colaboração entre as empresas: “É com imensa alegria que anunciamos essa parceria com a Pandora. A Cinépolis é uma assídua incentivadora do cinema de arte, bem como de filmes independentes, e poder exibi-los em nossas salas, em circuito nacional, deixa-nos extremamentes felizes”.

A Pandora sempre buscou ampliar os horizontes da distribuição de filmes independentes no Brasil e este projeto com a Cinépolis é a síntese dessa missão, um grande estímulo à diversidade cultural”, completa Paula Cosenza, sócia da Pandora Filmes.

O primeiro longa a ser exibido pelo Caixa de Pandora é o francês “Quando Margot Encontra Margot”, de Sophie Fillières, protagonizado pela premiada atriz Sandrine Kimberlain, em 4 de abril. Ainda em abril, no dia 18, estreia o polêmico “O Mau Exemplo de Cameron Post”, vencedor do Grande Prêmio do Júri no Festival de Sundance.

Na primeira semana de maio, chega às telas da Cinépolis o novo longa da diretora Gabriela Amaral Almeida, “A Sombra do Pai”, com Julio Machado e Nina Medeiros. E no dia 16 de maio, “Compre-me um Revolver”, longa mexicano de Julio Hernández Cordón, exibido no último Festival de Cannes.

Sobre os filmes

04/04 – Quando Margot Encontra Margot
Margot (Agathe Bonitzer), 25 anos, tem uma vida despreocupada, pontuada por frequentes noitadas em Paris. Uma noite, durante uma festa, ela conhece outra Margot (Sandrine Kimberlain), 20 anos mais velha. Detalhes curiosos e grandes semelhanças fazem com que elas descubram que são a mesma pessoa em fases diferentes. Na manhã seguinte, no mesmo trem para Lyon, elas se deparam com Marc (Melvil Poupaud), o ex de uma delas, cujo charme desperta grande atração em ambas. Daí em diante, Margot e Margot acharão cada vez mais difícil se desligar uma da outra e também de Marc. Como seria reencontrar o seu próprio eu? Isto é o que Margot e Margot irão descobrir.

18/04 – O Mau Exemplo de Cameron Post
Cameron Post (Chloë Grace Moretz) era considerada uma adolescente comum até que foi pega beijando outra menina. Por isso, é mandada para um centro de terapia de conversão que corrige adolescentes com atração por pessoas do mesmo gênero. No local, em meio a tantas atividades estranhas, conhece outros jovens gays na mesma situação que ela, e finalmente a garota sente que encontrou sua turma.

02/05 – A Sombra do Pai
Quando uma criança é obrigada a virar o “adulto da casa” porque seu pai está doente e a sua mãe, morta, há uma inversão na ordem natural das coisas. A infância se transforma em saga. E a paternidade frustrada, em condenação.

16/05 – Compra-me um Revólver
O filme traz uma visão distópica de um México controlado inteiramente por cartéis, no qual as mulheres estão desaparecendo. Uma jovem usa uma máscara para esconder sua identidade e ajudar o pai a cuidar de um campo de beisebol frequentado pelos traficantes. Certo dia, ao acordar, a menina precisará lutar pela sua própria vida.

Confira abaixo a lista dos complexos Cinépolis que participarão da Caixa de Pandora:

São Paulo -Cinépolis JK Iguatemi
Barueri – Cinépolis Iguatemi Alphaville
Bauru – Cinépolis Nações Bauru
Campinas – Cinépolis Campinas Shopping
Guarulhos – Cinépolis Parque Maia
Jundiaí – Cinépolis Jundiaí Shopping
Sorocaba – Cinépolis Iguatemi Esplanada Sorocaba
Ribeirão Preto – Cinépolis Iguatemi Ribeirão Preto
São José do Rio Preto – Cinépolis Iguatemi São José do Rio Preto
Rio de Janeiro – Cinépolis Lagoon São José – Cinépolis Continente Park
Uberlândia – Cinépolis Center Shopping Uberlândia
Curtiba – Cinépolis Pátio Batel
Caxias do Sul – Cinépolis San Pelegrino
Santa Maria – Cinépolis Praça Nova
Olinda – Cinépolis Patteo Olinda
Macapá – Cinépolis Amapá Garden
João Pessoa – Cinépolis Manaíra Shopping
São Luis – Cinépolis São Luís Shopping
Natal – Cinépolis Natal Shopping
Belém – Cinépolis Boulervard Belém
Manaus – Cinépolis Millennium
Salvador – Cinépolis Bela Vista
Teresina – Cinépolis Rio Poty
Fortaleza – Cinépolis RioMar Fortaleza
Sobre a Cinépolis Brasil 

A Cinépolis é a maior operadora de cinemas da América Latina e segunda maior do mundo em ingressos vendidos, com um total de 704 cinemas, 5.707 salas 100% digitais, em quatorze países.

Desde sua chegada ao Brasil em 2010, é a rede com maior crescimento no mercado. Atualmente, opera 52 cinemas em todo o Brasil com 393 salas, com marcas destaque como Macro XE, IMAX, 4DX, VIP e Junior. A Cinépolis é a maior operadora de salas VIP do mundo e, no Brasil, foi a pioneira na implantação da tecnologia 4DX – que permite o movimento das poltronas e gera mais de 20 efeitos especiais sincronizados com o filme.

Em 2019 e 2017, foi eleita a “Melhor Sala Premium” de São Paulo pelo Guia Divirta-se. Em 2018, pela terceira vez, o Cinépolis JK Iguatemi foi eleito pelo Guia da Folha como o melhor cinema da cidade de São Paulo (2015, 2017 e 2018) e sua sala IMAX foi apontada como a melhor sala individual do circuito.  Em 2016 e 2017, a rede Cinépolis ficou em 1º lugar no “Prêmio Estadão Melhores Serviços”, na categoria redes de cinema.

A constante inovação e o bom desempenho são reconhecidos com diversos prêmios, dentre eles: Melhor Exibidor por quatro anos consecutivos (2011, 2012, 2013 e 2014), concedido no Prêmio ED (Exibição & Distribuição), realizado pelo Sindicato das Empresas Exibidoras do Estado de São Paulo.

Mais informações, acesse: http://www.cinepolis.com.br

Siga-nos nas redes sociais 😉
Facebook: https://www.facebook.com/cinepolisbrasil/
Twitter: https://twitter.com/cinepolisbrasil
Instagram: @cinepolisbrasil

SOBRE A PANDORA FILMES

A Pandora Filmes é uma distribuidora de filmes independentes, atuante desde 1989. Voltada especialmente para o cinema de autor, a distribuidora buscou, desde sua origem, ampliar os horizontes da distribuição de filmes de arte no Brasil revelando nomes outrora desconhecidos no país, como Kieślowski, Angelopoulos, Wong Kar-Wai e relançando clássicos memoráveis em cópias restauradas, de diretores como Fellini, Bergman e Billy Wilder.

Paralelamente aos filmes internacionais, a Pandora Filmes sempre atuou com o cinema brasileiro, lançando obras de diretores renomados e também de novos talentos, como Gustavo Steimberg, Rodolfo Nanni, Rubens Rewald, Ruy Guerra, Edgar Navarro, Sérgio Bianchi, Roberto Moreira, Beto Brant, Fernando Meireles, Tata Amaral, entre outros. Dentro desse segmento, destaca-se o recente “Que Horas Ela Volta”, de Anna Muylaert, um grande sucesso, visto no cinema por mais de 500 mil espectadores.