É POP na Web! – Site e petição pública mobilizam moradores de Rio das Ostras na conquista de selo da Unesco

Site e petição pública mobilizam moradores de Rio das Ostras na conquista de selo da Unesco

Site e petição pública mobilizam moradores de Rio das Ostras na conquista de selo da Unesco

Rio das Ostras está se mobilizando para integrar a Rede de Cidades Criativas da Unesco. A candidatura é uma iniciativa da Prefeitura, por meio da Fundação Rio das Ostras de Cultura, e vem sendo fortalecida com a participação de artistas, produtores culturais e moradores. Um site lançado na sexta, dia 10, que pode ser acessado no endereço www.riodasostrascriativa.com.br, reúne informações sobre a campanha e disponibiliza uma petição pública para ser assinada por todos os interessados na conquista do selo internacional.

A assinatura e a divulgação da petição são muito importantes, uma vez que a mobilização da Cidade é um dos critérios de seleção. Rio das Ostras concorre na categoria Música e sua candidatura foi lançada oficialmente no dia 26 de abril durante audiência pública que lotou o Teatro Popular. Em seguida, aconteceram rodas de conversa na Biblioteca Pública, em 30 de abril, e no campus local da Universidade Federal Fluminense (UFF), em 7 de maio.

Durante essas reuniões, os participantes apresentaram propostas, contribuindo assim com a elaboração do dossiê que mostra o potencial do Município para integrar à rede internacional da Unesco. Com o selo, Rio das Ostras poderá promover a indústria criativa e se desenvolver ainda mais nas áreas da Cultura e do Turismo, criando oportunidades para o desenvolvimento sustentável com inclusão social.

Atualmente, essa inclusão social já é realizada no Centro de Formação Artística, unidade da Fundação de Cultura que oferece cursos gratuitos regulares e técnicos nas modalidades de Música, Dança e Teatro. Outro fator de inclusão são os eventos de arte que têm entrada franca, com destaque para o Rio das Ostras Jazz & Blues Festival.

CIDADE DA MÚSICA – Não foi por acaso que Rio das Ostras decidiu concorrer ao selo da Unesco na categoria Música. A jovem cidade, que completou 27 anos em 10 de abril, sempre teve uma preocupação em formar plateia. Começou com o projeto Rio das Ostras Instrumental, que fez resultou na criação do Jazz & Blues Festival, um dos maiores festivais do gênero no mundo.

O sucesso do festival foi tanto que Rio das Ostras transformou-se na “Capital Estadual do Jazz & Blues”, por meio da Lei 6.056/2011. O Município, ao longo de sua curta história, contou com outros projetos culturais que tiveram a música como principal atração. Para citar alguns, vale lembrar o Chorinho na Praia; Música da Cidade; Soul da Casa, realizado no Teatro Popular; Música na Praça e as iniciativas dos alunos do campus da UFF com o Lá Tá Rolando.

Rio das Ostras estimula o desenvolvimento de talentos com a Escola de Música do Centro de Formação Artística e os grupos instrumentais abertos à participação dos alunos do curso. A criação da Orquestra Kuarup Sopros & Cordas e, mais recentemente, da Onda de Sopro Big Band comprovam isso. O Município também inspira músicos, a começar pelo baiano Dorival Caymmi, que compôs várias canções na Cidade, sem esquecer os jovens Paulinho Moreira, guitarrista da premiada Banda Jamz, e a revelação do samba Thaís Macedo.

REDE MUNDIAL – A Rede de Cidades Criativas da Unesco é uma plataforma mundial que conecta municípios para parcerias em cultura e desenvolvimento. Por meio dessa rede, os participantes podem compartilhar experiências no campo das indústrias criativas, traçar medidas inovadoras na esfera local e internacional. Todas essas iniciativas visam a inclusão social e a sustentabilidade.

Mais de 180 cidades de diferentes continentes já se uniram à Rede Cidades Criativas. Para participar é preciso se candidatar e ser selecionado pela Unesco. Essa plataforma começou em 2004 com municípios que se destacam em sete diferentes áreas da indústria criativa: Literatura, Cinema, Música, Artesanato e Artes Folclóricas, Design, Artes Mediáticas e Gastronomia.